segunda-feira, 30 de novembro de 2020


Marítimo 1 - 2 Benfica: A subir!

Vamos Raúl. Marca mais este golo.
Vamos Raúl! Marca mais este golo.
O Benfica voou para a Madeira para cumprir a 8ª jornada da Liga NOS frente ao Marítimo num jogo tradicionalmente complicado para as equipas visitantes. Os madeirenses estão no fundo da tabela e a precisar de pontos para sair dessa situação complicada. Para o Benfica era ganhar ou ganhar para encurtar distâncias para as equipas da frente.
Tal como Jorge Jesus havia afirmado na conferência de imprensa, Odysseas voltou a ser o guardião das redes benfiquistas. Otamendi recuperou  titularidade ao lado de Vertonghen após cumprir castigo na jornada europeia em Glasgow. Também no meio campo houve alterações com Pizzi a jogar no centro do terreno remetendo Chiquinho para o banco de suplentes.

Braga vs Benfica - Liga NOS 2020/21
Helton, João Ferreira, Jardel, Diogo Gonçalves, Samaris, Cervi, Chiquinho, Ferreyra e Gonçalo Ramos e Seferovic

Momento | Positivo | Negativo

O momento em que o Benfica nos escolhe
Oferta de Otamendi: Não foi o momento do jogo mas poderia ter sido. Coloquei-o aqui de modo destacar a forma como a equipa não vacilou apesar desse lance ter tudo para a ter abanado.
Prémio Pablo Aimar
Everton: Depois de lhe ter chamado soneca, finalmente vi um jogador a dar-se ao jogo e a procurar fazer algo mais do que passes sem risco para os colegas. Que seja o arranque de um bom momento.
Prémio Bruno Cortez
Otamendi: Não se admite num jogador deste calibre este tipo de falhas que tem tido no Benfica. É hora de deixar definitivamente de lado estas infantilidades e reagir como grande central que é.

Everton consumou a reviravolta
Everton consumou a reviravolta

#naomefodas mode on
  • Boa exibição num jogo que estava completamente controlado e se podia ter deitado tudo a perder num erro individual. Em vez de abanar a equipa continuou sempre em cima do adversário até conseguir dar a volta ao marcador.
  • Curiosamente afetou mais a equipa o golo da reviravolta do que o golo do Marítimo. Sinais claros de que esta vitória era muito importante para a equipa e a procurou agarrar com todos os dentes. É preciso encadear uma série de vitórias para ultrapassar este momento de maior ansiedade.
  • Vi o jogo num canal com comentários em inglês. "It was a penalty" dizia o homem. O lance nem sequer mereceu o visionamento do VAR. Depois de um fim-de-semana em que todos o rivais receberam a ajuda do respetivo VAR. Nem com o guarda-redes equipado com um amarelo berrante deu para dar nas vistas. Já agora deixo a informação a quem interessar: foram 63 as vezes que repetiram uma falta a meio campo sobre o Gabriel.
  • Sim, os jogadores do Marítimo acabaram o jogo sem ver um único cartão amarelo. Passa muito por aí a forma das arbitragens manietarem o Benfica. São incontáveis os lances de contra-ataque travados em falta pelos adversários sem qualquer tipo de admoestação. Basta, crl!
  • A p*ta da vida prega partidas quando, e a quem, menos se espera. As melhoras Raúl Jiménez! Que recuperes em pleno para voltares a fazer o que mais gostas.
  • Quinta-feira há Liga Europa com o Benfica a receber os polacos do Lech Poznan, podendo carimbar desde já a passagem à fase seguinte da prova.
#naomefodas mode off

Abraço

quinta-feira, 26 de novembro de 2020


Glasgow Rangers 2 - 2 Benfica: Vivos!

É urgente mudar estas expressões
É urgente mudar estas expressões

A deslocação à Escócia para defrontar o Glasgow Rangers significava para o Benfica a possibilidade de fechar desde já as contas do apuramento para a fase seguinte da Liga Europa. O vencedor do jogo ficaria com tudo na mão para juntar ao apuramento a liderança do grupo no fecho das contas. Para o  Benfica, tão importante como o resultado era realizar um jogo convincente que ajudasse a afastar o fantasma das últimas exibições menos conseguidas.
Jorge Jesus viu a lista dos indisponíveis crescer, com o castigado Otamendi; os doentes com Covid-19, Darwin, Weigl e Taarabt; e ainda Samaris não inscrito, a juntarem-se aos lesionados André Almeida, Todibo, Pedrinho e Nuno Tavares. A grande surpresa por parte de Jorge Jesus foi a titularidade de Helton Leite na baliza, secundada pela presença de Chiquinho no lugar que se esperava que fosse de Pizzi. Mais dentro do esperado foi a aposta em Jardel no centro da defesa e em Seferovic na posição mais adiantada no terreno.

Glasgow Rangers vs Benfica - Liga Europa 2020/21
Odysseas, Svilar, Ferro, João Ferreira, Diogo Gonçalves, Tiago Araújo, Pizzi, Paulo Bernardo, Cervi e Gonçalo Ramos

Momento | Positivo | Negativo

O momento em que o Benfica nos escolhe
Entrada do Gonçalo: Foi preciso entrar o miúdo para finalmente começarmos a fazer umas cócegas na defesa dos escoceses. Ganhou o direito a ser titular na Madeira.
Prémio Pablo Aimar
Resultado: Apesar de tudo a equipa foi capaz de chegar a um resultado que deixa o apuramento bem encaminhado.
Prémio Bruno Cortez
Exibição: O momento não é bom e as várias ausências também não ajudaram. Se era necessário uma exibição convincente para afastar fantasmas, ainda não foi hoje.

Rafa tem que ter mais continuidade no jogo
Rafa tem que ter mais continuidade no jogo

#naomefodas mode on
  • Tem que se dar um desconto aos jogadores. O jogo em Paredes foi muito desgastante e retirou frescura à equipa não permitindo que saíssem da primeira velocidade.
  • Aliás até estiveram bem na estratégia: "vamos deixar os gajos marcar logo no início que assim eles não nos fazem correr muito".
  • O Everton Cebolinha tem sido um autêntico sono na equipa do Benfica e o "sono" do treinador é incapaz de o encostar. O Cervi até deve ferver no banco com o seu sangue quente a ver o novo "soneca" da Luz em campo.
  • Por falar em sono, fdx se há gajo que defende/tolera o Seferovic sou eu, mas paciência tem limites. Pqp!
  • Todibo aparece no boletim clínico com uma "rotura muscular na coxa direita", isto depois de andar com uma "tendinopatia do Aquiles à direita" desde que chegou. O boletim clínico do Benfica é patrocinado pelo Hospital da Luz. Caros amigos do Hospital da Luz, este boletim clínico não é currículo, é cadastro. Fdx!
  • O Calendário não dá tréguas e já na próxima segunda-feira o Benfica tem uma complicada deslocação à Madeira para defrontar o Marítimo. Carrega Benfica!!!
#naomefodas mode off

Abraço

sábado, 21 de novembro de 2020


Paredes 0 - 1 Benfica: Next!

Samaris marcou o golo da vitória
Samaris marcou o golo da vitória
A estreia do Benfica na edição da Taça de Portugal desta temporada teve o Paredes, do Campeonato de Portugal, como adversário. Numa altura em que surgiram os testes positivos a Darwin e Weigl, o Benfica deslocou-se a uma das zonas mais afetadas pela pandemia. Esperemos que o futuro próximo não fique marcado por uma forte onda de casos positivos no plantel encarnado.
Como seria de esperar Jorge Jesus promoveu muitas alterações no onze apresentado, mantendo apenas Pizzi de entre os habituais titulares. Surpresa maior na opção por João Ferreira na lateral esquerda e na presença de Facundo Ferreyra na frente de ataque. A destacar ainda a primeira titularidade de Gonçalo Ramos com o manto sagrado da equipa principal.

Paredes vs Benfica - Taça de Portugal 2020/21
Svilar, Morato, Kalaica, Vukotic, Tiago Araújo, Paulo Bernardo, Daniel dos Anjos

Momento | Positivo | Negativo

O momento em que o Benfica nos escolhe
Golo: O cabeceamento de Samaris resolveu o jogo e permitiu a passagem do Benfica à próxima eliminatória.
Prémio Pablo Aimar
Primeira parte: Não pela qualidade, que com tantas alterações seria difícil de atingir, mas pela atitude que nunca permitiu que o Paredes saísse do seu meio campo.
Prémio Bruno Cortez
Segunda parte: Baixou-se a intensidade de jogo permitindo que o Paredes esticasse mais o jogo e nunca fomos capazes de aproveitar o maior espaço que passou a existir.

Ferreyra teve a oportunidade de se mostrar
Ferreyra teve a oportunidade de se mostrarAdicionar legenda

#naomefodas mode on
  • Salvou-se a atitude pressionante na primeira parte, que contrastou com o habitual deixa andar destes jogos, e a passagem à próxima eliminatória.
  • De positivo fica também os minutos somados pelos jogadores que habitualmente não têm jogado e a estreia de alguns jovens em jogos oficiais da equipa principal.
  • Quinta-feira volta a Liga Europa com a deslocação à Escócia para defrontar o Glasgow Rangers num jogo que pode assegurar desde já a passagem à fase seguinte.
#naomefodas mode off

Abraço

domingo, 8 de novembro de 2020


Benfica 2 - 3 Braga: Descalabro!

Vazios como as bancadas
Vazios como as bancadas

O regresso da Liga NOS ao Estádio da Luz colocou o Braga no caminho do Benfica em jogo da 7ª jornada da competição. O Braga tem feito uma temporada de menos a mais, embora tenha sido derrotado copiosamente no último jogo frente ao Leicester em Inglaterra em jogo a contar para a Liga Europa. Antes da pausa para o jogos das seleções a vitória neste jogo era importância máxima em termos anímicos.
Jorge Jesus surpreendeu ao dar a titularidade a Samaris que fez companhia a Pizzi no centro do terreno. Gilberto voltou a ser o eleito para a direita da defensiva, mantendo-se a aposta em Nuno Tavares no lado oposto. Na frente de ataque Darwin e Waldschmidt voltaram a atuar juntos desde o início da partida.

Benfica vs Braga - Liga NOS 2020/21
Helton, Grimaldo, Jardel, Weigl, Gabriel, Cervi, D. Gonçalves, Taarabt e Seferovic

Momento | Positivo | Negativo

O momento em que o Benfica nos escolhe
Falha de Waldschmidt: O 3-2 naquela altura deixaria as equipas com sensações diferentes para o que faltava de jogo que ainda era bastante. Pena e imerecido para o alemão que tem sido um dos abonos de família da equipa.
Prémio Pablo Aimar
Seferovic: Dois golos, um cabeceamento a proporcionar grande defesa ao guarda-redes adversário e um golo bem anulado por fora-de-jogo são a marca que o mal amado suíço deixou em campo.
Prémio Bruno Cortez
Erros: As falhas do Benfica têm sido invariavelmente aproveitadas pelos adversários. Então quando são como o do terceiro golo os adversários nem têm que se esforçar para as aproveitar. A rever.

Seferovic deu vida ao ataque
Seferovic deu vida ao ataque
#naomefodas mode on
  • Não há outra visão que se possa ter que não a de uma equipa intranquila e sobre brasas. Muito trabalho pela frente para Jorge Jesus para recuperar a confiança do grupo de trabalho e arrancar para exibições condizentes com o valor do plantel.
  • Os se´s não contam para nada na tabela classificativa, mas bastava evitar aquele erro clamoroso no terceiro golo e o Waldscmidt acertar na baliza deserta e o resultado seria o inverso. Tal como disse o Carlos Carvalhal também é precisa aquela pontinha de sorte.
  • Independentemente disso o que se exige deste grupo de trabalho, e exige-se porque se reconhece o seu valor, é que se exiba a um nível de tal forma superior que não fique dependente da tal pontinha de sorte. Há que pôr pãozinho na sopa!
  • Deixar o Grimaldo no banco para jogar o Nuno Tavares é gozar com o futebol, e quando se goza com os deuses do futebol normalmente leva-se com o troco. E não voltes a falar na cena do futuro lateral esquerdo da seleção JJ, até te fica mal.
  • Entretanto a energia cafeinada do Boavista que referi aqui a semana passada e que se traduziu em mais de 30 faltas cometidas, foi substituída por um calmante chá de camomila na deslocação ao Algarve, onde se ficou pelas 16 faltas e uma derrota por 3-1. A ressaca é fdd!
  • Agora vem mais uma das sonolentas paragens para as seleções. Não fosse o facto dos centrais habitualmente utilizados serem chamados para representar os seus países e até seria uma pausa bem vinda para afinar os processos defensivos.
#naomefodas mode off

Abraço

quinta-feira, 5 de novembro de 2020


Benfica 3 - 3 Glasgow Rangers: Crença!

Rafa acreditou até ao fim
Rafa acreditou até ao fim

Voltou o silêncio ao Estádio da Luz para a receção ao Glasgow Rangers da terceira jornada da Liga Europa, após a presença de público no último jogo frente ao Standard de Liège.
O Glasgow está a fazer uma boa temporada, apresentando-se invicto e discutindo a liderança do grupo com o Benfica. O Benfica por seu lado após uma boa série vitoriosa chega a este importante jogo vindo de uma pesada e inesperada derrota no estádio do Bessa.
Jorge Jesus promoveu quatro alterações na equipa dando a titularidade a Diogo Gonçalves, Weigl, Rafa e Seferovic, com Gilberto, Gabriel, Waldschmidt e Darwin a fazerem o percurso inverso. Foi o regresso de Seferovic à titularidade e o primeiro jogo da equipa sem Darwin na frente de ataque. Apesar da referência ao eventual cansaço da dupla de centrais após o jogo com o Boavista, Jorge Jesus manteve a aposta em Vertonghen e Otamendi no centro da defesa.

Benfica vs Glasgow Rangers - Liga Europa 2020/21
Svilar, Helton, Gilberto, Jardel, Ferro, Grimaldo, Gabriel, Chiquinho, Cervi, Waldschmidt, Darwin e Gonçalo Ramos
Momento | Positivo | Negativo

O momento em que o Benfica nos escolhe
Cinco minutos: Uma expulsão e dois golos sofridos quando a equipa ainda procurava a necessária adaptação, traçaram o destino deste jogo.
Prémio Pablo Aimar
Rafa: Apesar de duas ou três más decisões, à Rafa, foi sempre o mais inconformado e o único que partia para cima dos adversários com confiança e capacidade de desequilíbrio. Foi dos que levou os colegas a acreditar.
Prémio Bruno Cortez
Expulsão: Independentemente do jogador do Rangers poder estar fora de jogo, custa a perceber porque é que na frente do marcador a equipa estava a defender tão adiantada. Isto tendo em conta as dificuldades que têm sido evidentes em controlar o espaço nas costas da defesa.

Começam a faltar adjetivos para Darwin
Começam a faltar adjetivos para Darwin

#naomefodas mode on
  • Boa entrada em jogo, até com a felicidade que se pedia pelo momento que se atravessa, que se inverteu por completo com a expulsão do Otamendi. Descalabro nos minutos que se seguiram. Bem na forma fria como tentou chegar ao empate na parte final do jogo acabando por ser feliz.
  • Em inferioridade numérica o Benfica fez, porque o adversário o obrigou, o que devia ter feito, por opção, quando estava na frente do marcador: baixar linhas e dar mais bola ao adversário. Não porque acho que o deva fazer por sistema, mas porque a atual intranquilidade defensiva e a forma de jogar deste adversário o aconselhava.
  • A expulsão logo aos vinte minutos não permitiu perceber até que ponto a equipa tinha recuperado do trambolhão do Bessa. Os primeiros sinais foram positivos, mas já antes da expulsão se sentiram algumas dificuldades. Domingo mais um bom teste para sentir o pulso à equipa.
  • Darwin assistiu Rafa e marcou o golo do empate partindo de situações em que está no limite do fora de jogo. Que esta precisão de posicionamento seja para manter. Chama-se a isto Darwinismo tático.
  • Sim, foi muito mau não ganhar este jogo. Mas entre isso e ouvir a voz de violino do Nuno Luz com o som da chuva a cair no estádio em fundo, venha o diabo e escolha.
  • Domingo há a receção ao Braga. A pior coisa que podia ter acontecido era a equipa jogar mais de setenta minutos em inferioridade numérica quando o próximo jogo é já a seguir. Para ajudar à festa veio chuvinha a potes. Pqp!
#naomefodas mode off

Abraço

quarta-feira, 4 de novembro de 2020


Guarde mais uma, Senhor Cosme! I

Benfica vencedor da Supertaça de Voleibol 2020
A equipa Voleibol do Benfica venceu no Pavilhão Multiusos de Gondomar, sem público, a 10ª Supertaça do seu historial, sendo claramente o clube que mais vezes venceu o troféu em Portugal.
Esta temporada a competição foi disputada em moldes diferentes do habitual com uma primeira fase disputada em grupos de seis equipas. Seguiu-se a meia-final onde o Benfica garantiu a presença no jogo decisivo ao derrotar o eterno rival, Sporting.
No jogo da final o Benfica derrotou a equipa do Sporting de Espinho por um concludente 3-0 (25-16 | 25-17 | 25-21). A conquista da Supertaça é mais um contributo desta magnífica equipa de Voleibol para o enriquecimento do Museu Cosme Damião.
Benfica: Rapha, Peter Wohlfi, Hugo Gaspar, Marc Honoré, Tiago Violas, Japa, Ivo Casas, Miguel Sinfrónio, André Lopes, Afonso Guerreiro, Theo Lopes, Zelão, Nuno Pinheiro e Bernardo Silva.
Benfica vencedor da Supertaça de Voleibol 2020Benfica vencedor da Supertaça de Voleibol 2020

Benfica vencedor da Supertaça de Voleibol 2020


Staff: Marcel Matz, José Jardim, Rui Guedes, Rodrigo Barroso, Daniel Moreira, Maria Teresa Torres, Duarte Carvalho, Ricardo Pires, Solange Fernandes e Paulo Neves.
Os Vencedores: Afonso Guerreiro, André Lopes, Bernardo Silva, Hugo Gaspar, Ivo Casas, Japa, Marc Honoré, Miguel Sinfrónio, Nuno Pinheiro, Peter Wohlfi, Rapha, Theo Lopes, Tiago Violas e Zelão.

Parabéns Campeões!!!

segunda-feira, 2 de novembro de 2020


Boavista 3 - 0 Benfica: Sem espinhas!

A equipa ficou-se pelo aquecimento
A equipa ficou-se pelo aquecimento

Regresso ao norte do país para o Benfica defrontar o Boavista em jogo a contar para a 6ª jornada da Liga NOS 2020/21. O Boavista reforçou-se com nomes sonantes para esta temporada, mas os resultados não têm correspondido às expectativas criadas somando três empates e duas derrotas nas cinco primeiras jornadas da competição.
A defesa escalada por Jorge Jesus para esta partida juntou Gilberto e Nuno Tavares à dupla de centrais indiscutível atualmente. Gabriel e Taarabt voltaram a formar a dupla central do meio-campo levando a que Pizzi atuasse novamente a partir da asa direita para o interior.

Benfica vs B-SAD - Liga NOS 2020/21
Helton, Diogo, Jardel, Samaris, Weigl, Cervi, Rafa, Seferovic e Gonçalo Ramos

Momento | Positivo | Negativo

O momento em que o Benfica nos escolhe
Fora-de-jogo: O golo de Darwin que se chegou a festejar poderia ter alterado o rumo de um jogo ao qual o Benfica pura e simplesmente não compareceu.
Prémio Pablo Aimar
Boavista: Fez pela vida e ganhou merecidamente o jogo. O mesmo aconteceu com o Paço de Ferreira que também ganhou ao Porto com todo o mérito. Serve isto apenas para dizer que talvez seja o novo normal. Ganhará quem melhor reagir.
Prémio Bruno Cortez
Batatal: Campos de batata no lugar do relvado já não deviam existir numa Liga que se diz profissional. Até a transmissão televisiva fica com um aspeto tenebroso.

A homenagem ao "pai" do Estádio num estádio vazio
A homenagem ao "pai" do Estádio num estádio vazio

#naomefodas mode on
  • Desinspiração total num jogo que era para ganhar ou ganhar. Pior do que o resultado é a imagem da incapacidade da equipa de sequer dar a ideia de que em algum momento poderia dar a volta ao jogo. Foi a primeira vez que senti isto esta época. Espero que tenha sido apenas um dia mau.
  • Jorge Jesus é isto, um excelente treinador que procura sempre o máximo de rigor nas suas equipas e as trabalha até à exaustão durante a semana. Nos jogos sempre foi de uma exuberância total quando as coisas correm de feição e de uma inoperância igual quando ocorre o oposto.
  • Nunca vi jogador com tanta influência no jogo de uma equipa como o Gabriel. Quando está bem arrasta a equipa com ele, quando está mal arrasta-se e leva a equipa toda atrás dele. Não há meio termo para este jogador.
  • O Benfica devia ter jogado com o equipamento alternativo preto. O vermelho confundia-se muitas vezes com as camisolas axadrezadas do Boavista. Não era caríssimos jogadores!? Pokaralho pah!
  • Toda gente conhece a energia cafeinada do Boavista. Junte-se-lhe um batatal e um árbitro que deixe o cartão amarelo no bolso e o meio campo é todo deles. Impossível sequer sonhar em meter uma transição.
  • Quinta-feira regressa a Liga Europa com  receção ao Glasgow Rangers num jogo que pode significar a liderança do grupo e deixar o apuramento praticamente decidido. Carrega Benfica!!!
#naomefodas mode off

Abraço

Espreite também: