quarta-feira, 4 de dezembro de 2019


Covilhã 1 - 1 Benfica: Congelados!

Zivkovic regressou direto ao onze
A Serra da Estrela foi o palco da 2ª jornada da fase de grupos da Taça da Liga, com o Benfica a defrontar um Covilhã que tem estado muito bem na segunda liga onde luta pela subida à Liga NOS. Dado o empate frente ao Guimarães na primeira jornada, deixando muito provável um desempate por diferença de golos para apurar o vencedor do grupo, desejava-se um resultado robusto no frio da serra. A proximidade do jogo frente ao Boavista para o campeonato que se disputa já na próxima sexta-feira, aconselhava algumas cautelas no onze a apresentar pelo Benfica.
Terá sido certamente por ter em conta o aperto do calendário que Bruno Lage promoveu uma autêntica revolução na equipa mantendo apenas Rúben Dias da equipa que venceu o Marítimo. Estas alterações radicais envolvem sempre um grau de risco elevado já que à menor qualidade das segundas linhas junta-se sempre a falta de ritmo competitivo e o menor entrosamento. Das várias novidades apresentadas, que levaram o Benfica a jogar com sete jogadores da formação, destaca-se claramente o regresso de Zivkovic à competição após meses de travessia do deserto.

Svilar, Conti, Grimaldo, Taarabt (60'), Pizzi (60'), Caio e Vinícius (46')

Momento | Positivo | Negativo

O momento em que o Benfica nos escolhe
Reinício: O golo sofrido ao abrir a segunda parte veio complicar o que já não estava a ser fácil.
Prémio Pablo Aimar
Golo do empate: O golo do Jota deixou em aberto a possibilidade de passar à fase seguinte, embora dependente do resultado de terceiros.
Prémio Bruno Cortez
Samaris: Na abertura de mercado é fundamental resolver a situação do Samaris.

Rúben foi o único a repetir a titularidade

Bitaites do terceiro anel:
  • Ninguém que acompanhe com regularidade o futebol pode ficar surpreendido com este resultado. Estavam lá todos os ingredientes para que tal acontecesse.
  • Agora é torcer pela vitória do Vitória frente ao Vitória para que a vitória do grupo fique mais próxima.
  • A bem dizer foi neste estádio que Jonas apresentou a sua classe aos Benfiquistas. Que este primeiro golo do Jota marque também o início de uma história bonita para ele e para o Benfica.
  • Este ganapo que apitou o jogo tem tudo para fazer carreira no nosso futebol. Está aqui um bom projeto de fdp.
Abraço

Espreite também: