sábado, 7 de dezembro de 2019


Boavista 1 - 4 Benfica: Selvajaria!

Benfica Franco Cervi
Muito respeito por este menino
O Estádio do Bessa foi o palco da 13ª jornada da Liga NOS com o Benfica a defrontar um Boavista motivado pela boa temporada que está a realizar e sabe Deus por mais o quê. O Benfica pretendia dar continuidade à impressionante série de vitórias fora de casa e cravar mais um ferro na esperança daqueles que tanto apostavam neste jogo para inventarem mais uma "crise" no Benfica. Impressionante o apoio nas bancadas. Por muito que custe a muito boa gente, o Norte é Benfica.
Finalmente chegamos ao ponto em que olhando para a lista dos jogadores disponíveis conseguimos dizer qual vai ser o onze do Benfica. Tendo esta base bem definida é só substituir castigados, lesionados e abaixamentos de forma, sem que isto signifique que não possa haver uma ou outra alteração por questões estratégicas ou de gestão de esforço. Para mim o onze base é o que jogou hoje com André Almeida na lateral direita e Rafa na ponta esquerda.

Boavista vs Benfica - Liga NOS 2019/20
Zlobin, Nuno Tavares, Jardel, Samaris (88'), Caio, Jota (91') e Seferovic (82')

Momento | Positivo | Negativo

O momento em que o Benfica nos escolhe
Pirete de Ricardo Costa: Vi a imagem do douto comentador da Liga dos Campeões, esta época deve ser da Liga Europa, a sair do campo com este bonito gesto. Representou com aquele pirete a resposta do Benfica a quem nos queria fazer a cama.
Prémio Pablo Aimar
Bancada Benfiquista: A bancada no Bessa começa a ser uma das obras primas de cada temporada. Sempre candidata aos Óscares de melhor Fotografia e Banda Sonora.
Prémio Bruno Cortez
Jorge Sousa: Ressuscitou na última temporada do mundo dos mortos para tentar dar um ar da sua graça. Que continue por muitos anos a ver as nossas vitórias de muito perto.

Benfica, Tomás Tavares, Pizzi e Taarabt
O passe do Pizzi até levantou os cabelos ao puto

Bitaites do terceiro anel:
  • Fui vendo o jogo pelo canto do olho numa TV afastada e pelos comentários no twitter. Pelos vistos houve selvajaria em muitas entradas vitaminadas.
  • Parece que alguns jogadores do Benfica também foram autênticos cavalos selvagens quando partiam para a ofensiva. Indomáveis!
  • Em suma: foi bonita a festa na selva, pá!
Abraço

1 comentário:

  1. continuo sem perceber estas substituições praticamente em cima dos noventa minutos é que bem sei para que servem é que nem poupas os jogadores que saem nem dás minutos aos que entram.
    para mais quando vamos ter jogo a meio da semana e poderia ser feita alguma gestão de esforço.
    depois vemos que a equipa até ficou melhor depois delas.

    embora não concorde até percebo que a equipa recue, embora acho que recua em demasiado, com vantagens escassas até como forma de chamar o adversário e ter mais espaço mas depois é preciso aproveitar esse espaço e sair em contra ataque agora ter as desvantagens de recuar e depois desistir de contra atacar parando sempre para fazer ataque organizado é só parvo.
    depois temos as paragens cerebrais dos centrais.

    mas a agressividade não foi nada que não se esteja habituado neste clube e neste treinador que agora fazem o par perfeito ao nível do jaime pacheco.
    nem a estratégia do autocarro é estranha o estranho é terem marcado ainda por cima por um avançado que até agora nunca tinha marcado mas somos useiros nestes brindes.

    ResponderEliminar

Espreite também: