sábado, 14 de dezembro de 2019


Benfica 4 - 0 Famalicão: Foi Chicão!

Benfica, Chiquinho e Vinícius
A dupla do primeiro golo
Após a incontestável vitória no Bessa e o triunfo folgado frente ao Zenit que permitiu a permanência nas competições europeias o Benfica regressou ao Estádio da Luz para cumprir a 14ª jornada da Liga NOS. Os visitantes vieram de Famalicão e têm sido uma agradável no ano em que regressaram à primeira divisão, ocupando a terceira posição da tabela classificativa. A dificuldade prevista para esta partida pedia umas bancadas da Luz completamente envolvidas no apoio incansável à equipa, à imagem do que aconteceu frente ao Zenit, onde foram poucos, mas bons.
Neste regresso aos jogos do campeonato Bruno Lage repetiu o onze que defrontou o Zenit, confirmando uma estabilidade que se vem acentuando nas últimas semanas. Este foi mesmo o terceiro jogo consecutivo em que o Benfica apresentou a mesma equipa inicial.

Benfica vs Famalicão - Liga NOS 2019/20
Zlobin, Nuno Tavares, Jardel, Samaris, Caio Lucas (85'), Jota (79') e Seferovic (69')

Momento | Positivo | Negativo

O momento em que o Benfica nos escolhe
Segundo golo: O golo de Pizzi a abrir a segunda parte dizimou qualquer tentativa de reação que o Famalicão trouxesse do balneário. Em sentido contrário catapultou o Benfica para uma exibição empolgante.
Prémio Pablo Aimar
Chiquinho: Há dois anos vi-o fazer gato-sapato do meio campo e defesa do Benfica B no Seixal. Quando foi eleito melhor jogador jovem da segunda liga deu para confirmar que não foi apenas um dia bom. Em boa hora o Benfica o contratou, e recontratou, já agora.
Prémio Bruno Cortez
Taarabt: Sim, Taarabt. Ou melhor, o "desaparecimento" de Taarabt. Com foi possível não podermos desfrutar deste talento durante tantos anos?!

Benfica - Pizzi em grande forma
Começam a faltar adjetivos para a época de Pizzi

Bitaites do terceiro anel:
  • Sabe sempre bem vencer. Sabe ainda melhor vencer e convencer. Vencer, convencer e dar espetáculo, deixa-nos no céu. Carrega Benfica!!!
  • Quando dois jogadores falam a mesma linguagem, têm a mesma ideia de jogo e recursos para a pôr em prática, só pode resultar em momentos mágicos. Pizzi e Chiquinho ou Chiquinho e Pizzi são um pesadelo para as defensivas adversárias.
  • Fico feliz pelo Guga estar a fazer parte deste percurso bonito do Famalicão. Fiquei feliz por o ver pisar o Estádio da Luz. Foi o segundo Post que fiz no Blog sobre a formação do Benfica (aqui). Quem sabe um dia o pise com a camisola certa.
  • Quem também teve direito a Post foi o Tomás Tavares (aqui). Ouvi o Hélder Conduto dizer que subiu dos juniores para a equipa principal, pelo que joga pensei que tinha descido da equipa de veteranos para os AA´s.
  • Tenho uma sugestão para resolver o problema do défice do estado português: cada vez que um árbitro da A. F. do Porto apitar um jogo do Benfica paga um euro de imposto ao estado.
  • Estava convencido que para ganhar este jogo bastava que o Odysseas mantivesse a baliza a zero. Certamente que o Lionn iria acabar por fazer uma assistência para golo do Benfica, à imagem das que fez para golos do Sporting e do Porto.
  • Afinal o homem nem sequer jogou. Espero que o gajo que compra os jogadores dos adversários do Benfica não tenha voltado a gastar dinheiro com um jogador que nem sequer joga.
Abraço

1 comentário:

  1. enquanto o vinicius esteve em campo andamos a fazer cruzamentos pelo ar quando esta visto, e hoje em definitivo, que jogar de cabeça não é para ele.
    depois quando o seferovic entrou, ele que até nem é mau no jogo de cabeça melhor do que com os pés, passamos a fazer cruzamentos por baixo vamos lá perceber isto.

    para mim o melhor da dupla chiquinho, pizzi nem é tanto o entendimento é o permitir que ambos troquem de lugar ao longo do jogo sem se notar diferença de rendimento, ao contrario do que por vezes acontece nos jogadores que trocam de flanco.
    e isso permite sempre alguma imprevisibilidade alem de colocar pizzi naquela que se calhar é neste momento a sua melhor posição, segundo avançado.

    pois só que casos como o do taarabt existem aos montes, o sidnei mal comparado era do mesmo género, são jogadores que facilmente se distraem de que ser jogador profissional não permite em momento nenhum qualquer facilitismo porque se o fazem, ou voltam a fazer, perdem o barco.

    ResponderEliminar

Espreite também: