domingo, 1 de setembro de 2019


Braga 0 - 4 Benfica: Poker(alho) pá!

Blog Benfica Pizzi deu o mote
Pizzi deu o mote
Primeira visita ao norte do país na Liga NOS 2019/20 para defrontar o Sporting de Braga num palco que foi um dos marcos mais importantes da caminhada rumo ao 38. A derrota no clássico reduziu a margem de erro para este jogo pelo que a conquista dos três pontos seriam um bom bálsamo antes da paragem para os compromissos da seleção. Não se repetiu a enchente da época passada na pedreira, mas ainda assim foram milhares os Benfiquistas a marcar presença. Com todo o respeito por eles, com os preços estipulados pelo Braga, cada Benfiquista presente nas bancadas foi um Benfiquista a mais.
Bruno Lage promoveu duas alterações em relação à última jornada com a entrada de André Almeida e Taarabt no onze titular. André Almeida estreou-se finalmente nesta edição da liga após a lesão que já trazia da temporada transata. Taarabt foi a grande alteração estrutural na equipa representando uma aposta do treinador numa equipa mais criativa e ofensiva.

Braga vs Benfica - Liga NOS 2019/20
Zlobin, Tomás Tavares, Jardel, Samaris, Jota (68'), Caio Lucas (75') e Vinícius (76')

Curtas:
  • Grande resposta da equipa após o apagão da semana passada. André Almeida dá outra tranquilidade à equipa, assim como dá a profundidade que Nuno Tavares não consegue dar à direita. Taarabt dá critério, dá criatividade, joga e faz jogar.
  • Bom jogo do Seferovic. Incrível a aparente facilidade com que se coloca em situações de finalização. Falha muito? Sim, mas se marcasse metade das situações que cria já cá não estava há muito tempo.
  • Apesar disso acho que Bruno Lage talvez o devesse ter poupado para que recupere alguma da tranquilidade que claramente lhe falta e contribuiu para o número infindável de ocasiões que hoje desperdiçou.
  • Mais uma assistência de um dos patinhos feios. Seja bem-vindo Sr. André Almeida!
  • Ninguém avisou o Taarabt que já não está na liga inglesa? Parecia não saber que qualquer toque no adversário é sempre falta contra o Benfica. A facilidade com que um árbitro condiciona um jogador!
  • Como é possível o Taarabt ser o Homem do Jogo?! Então e o Bruno Fernandes?!
  • Caros Benfiquistas que foram à pedreira: nunca aí deviam ter metido os pés. Apenas vos perdoo porque deram um espectáculo à Benfica!
  • Sempre soube que o Sá Pinto era um grande Lampião! 
Abraço

4 comentários:

  1. faz toda a diferença jogar com um lateral direito, e no caso nem é uma critica ao jogador nuno tavares, mas sim a quem o colocou a jogar numa posição para a qual ele não tem o mínimo jeito.

    muito bem o taarabt se a qualidade com bola já era esperada, sobretudo em comparação com o samaris vinha dando, surpreendeu a capacidade defensiva porque uma coisa é fazer isto quando se entra fresco na ultima meia hora outra é fazer isso desde o inicio, até ao fim, do jogo.
    embora enquanto o jogo esteve equilibrado sempre vimos alguns buracos no meio campo, à semelhança do que acontecia quando era o pizzi a jogar ali.

    discordo da avaliação do seferovic foi mais um mau jogo, a sua finalização é proporcionalmente inversa à sua capacidade de desmarcação.
    eu já me contentava em que ele finalizasse um quarto das oportunidade mas nem isso desde o inicio da época já vão em mais de dez oportunidades, algumas escandalosas e tecnicamente muito pouco desculpáveis.
    é que se a capacidade de criar oportunidade sem as finalizar fizesse um bom jogador o tavares tinha sido dos melhores do mundo.

    ResponderEliminar
  2. A referência ao Seferovic foi muito para ir contracorrente, mas também por convicção:
    - A forma como encosta o central do Braga à pequena área e pára à frente dele para criar espaço para a finalização do Pizzi no 0-2 (é ver as imagens com atenção).
    - A arrancada poderosa sobre a esquerda com cruzamento tenso e rasteiro para RDT que o defesa do Braga desvia para o 0-3.
    - A forma como já aparecia ao 2º poste para encostar e contribuiu para forçar o defesa do Braga ao autogolo do 0-4.
    - A forma como aparece em todas as situações em que falhou. Significa que se entrega ao jogo com critério e provoca inevitavelmente desgaste na defesa contrária.
    - Já nem falo no trabalho defensivo porque aí toda a gente me responde que ele tem é que marcar golos. OK, ainda estamos no século XX.
    Para mim é suficiente para considerar boa prestação do suíço. Admito perfeitamente que possa não o ser para muitos outros.
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Bom resumo aqui:
    https://desporto.sapo.pt/futebol/primeira-liga/artigos/benfica-goleia-em-braga-com-dois-golos-de-pizzi-e-outros-tantos-auto-golos

    ResponderEliminar
  4. mas trabalho defensivo também faz o rdt.
    o rdt também fez o mesmo obrigando ao corte do central.
    o rdt fez, e não foi só neste jogo, vários passes que seriam assistências se o seferovic não as tem falhado de forma tão clamorosa.
    a tua avaliação é apenas com base nas coisas boas que fez, muitas quando o jogo já estava decidido, e não leva em conta as coisas péssimas que fez, a maioria quando o jogo ainda estava em aberto.

    eu já nem falo daquelas que ele aparece isolado frente ao guarda redes que ele não acerta uma, isso já vinha da época passada, estou a falar daquelas que ele nem acerta na bola que é uma grave falha técnica.

    claro que hoje em dia precisamos de um ponta de lança que saiba fazer e não apenas só marcar, mas continua a ser necessário um que marque coisa que ele nitidamente hoje não faz.
    e entre um que só marca e um que só defende continuo a preferir o primeiro.
    é que sé é só para defender então que se meta lá um defesa que fará de certeza um trabalho melhor.

    ResponderEliminar

Espreite também: