terça-feira, 17 de setembro de 2019


Benfica 1 - 2 RB Leipzig: Curto para a Champions!

Blog Benfica Tomás Tavares
Tomás Tavares, classe e personalidade
O RB Leipzig da Alemanha foi a equipa que calhou em sorte ao Benfica na estreia da Liga dos Campeões 2019/20, com o confronto a ter lugar no Estádio da Luz. Os alemães eram a equipa mais forte do pote 4 no sorteio, onde haveriam certamente equipas mais acessíveis. Para este jogo de estreia a Luz apresentou-se muito despida, situação que não pode deixar de causar estranheza.
O onze apresentado por Bruno Lage foi surpreendente com André Almeida, Rafa e Seferovic a saírem da equipa. Se a entrada de Jota já era mais ou menos esperada e a titularidade  de Cervi não passe de meia surpresa, a estreia absoluta de Tomás Tavares foi a grande surpresa da noite. Apesar das alterações de jogadores o sistema manteve-se idêntico ao que tem sido habitual, embora Jota jogasse ligeiramente mais recuado.

Benfica vs RB Leipzig - Liga dos Campeões 2019/20
Zlobin, Nuno Tavares, Jardel, David Tavares (67'), Rafa (75'), Caio Lucas e Seferovic (75')

Momento | Positivo | Negativo

O momento em que o Benfica nos escolhe
Oportunidade de Pizzi: O remate de Pizzi ao segundo poste sobre a esquerda onde podia ter inaugurado o marcador é o momento do jogo, até porque na resposta o Leipzig adiantou-se no marcador.
Prémio Pablo Aimar
Tomás Tavares: Fantástica exibição deste excelente lateral da nossa formação. Uma estreia absoluta na equipa principal num jogo da Liga dos Campeões com esta personalidade deixa água na boca.
Prémio Bruno Cortez
Estofo físico: A diferença ao nível físico entre ambas as equipas devia ser caso de estudo já que estamos a falar de duas equipas de topo.

Blog Benfica Rafa
Rafa ainda entrou a tempo de assistir

Bitaites do terceiro anel:
  • Confirmaram-se as minhas suspeitas, a equipa do pote 4 deste grupo é claramente a melhor equipa do grupo.
  • Fizemos um jogo razoável tendo em conta o facto do plantel já ser algo "curto" para a Champions, agravado ainda pela ausência de André Almeida, Gabriel e Florentino e pela valia do adversário. Com um pouco de sorte o resultado até podia ser diferente.
  • Nestes confrontos com equipas alemãs a diferença ao nível físico é sempre muito acentuada. O desgaste físico foi sempre em crescendo e foi levando a que  tomada de decisão fosse cada vez menos coerente. Taarabt foi um bom exemplo disso.
  • O caminho foi definido, os reforços estão no Seixal. Quem achar que chega para brilhar na Liga dos Campeões não tem bem noção da realidade. Será suficiente para uma participação digna? Tenho esperança que sim.
  • Só foi pena o Grimaldo não se ter lesionado no aquecimento para vermos uma defesa composta por Tomás Tavares, Rúben Dias, Ferro e Nuno Tavares. Não batam já, eu também preferia ter nestes jogos pelo menos um central e um lateral com outra estaleca.
  • Já me esquecia, o RDT jogou finalmente no lugar que dizem ser o dele.
  • Ver os jogos da Champions sem os comentários do Dani é logo outra loiça. No entanto o papagaio que comentou hoje também pode dar algum espaço ao jogo em si.
  • Podem ler os artigos sobre os dois estreantes de hoje aqui: Tomás Tavares e Jota.
Abraço

Espreite também: