sábado, 8 de dezembro de 2018


Carlos Xistra 0 - 1 Benfica - Inacreditável!


Benfica Jonas
Jonas indicou o caminho a seguir
Curta deslocação a Setúbal para defrontar o Vitória local na 12ª jornada da Liga NOS 2018/19. Jogo tradicionalmente complicado para o Benfica mas que vem em boa altura para pôr à prova a consistência da recuperação da equipa benfiquista. Mais uma vez, apesar de ainda no último verão o Benfica ter participado no Torneio do Sado para os ajudar, a direção do Setúbal voltou a hostilizar os adeptos benfiquistas ao impedir adereços vermelhos em determinadas bancadas.
Rui Vitória fez cinco alterações relativamente ao jogo com o Paços de Ferreira da última quarta-feira para a Taça da Liga. Com as alterações efetuadas repetiu o onze utilizado na última jornada da Liga NOS frente ao Feirense. A boa segunda parte da equipa nesse jogo acaba por justificar a aposta nestes jogadores.

Setúbal vs Benfica - Liga NOS
Suplentes: Svilar, Alfa Semedo (92'), Gabriel (73'), Seferovic (80'), Castillo, Cervi e João Félix.

Muita cabeça perante as provocações

O Setúbal mostrou ao que vinha logo no primeiro minuto do jogo com uma entrada para amarelo sobre Grimaldo e a habitual rodinha dos jogadores setubalenses sobre os jogadores do Benfica. Estratégia já gasta, mas que tem dado frutos nos últimos anos. Os jogadores do Benfica traziam a lição estudada e não entraram na onda, apesar da mesma se prolongar por todo o jogo.
Perto do primeiro quarto de hora o guarda-redes do Setúbal defende a bola fora da área, leva cartão amarelo e oferece um livre muito perigoso que Jonas não aproveita. Logo de seguida Zivkovic e Grimaldo combinam bem na ala esquerda, com último a lançar Gedson na esquerda, que cruza para o golo de Jonas com o pé esquerdo. O golo justificava-se já que o Benfica era quem mais o procurava fruto de uma pressão mais coordenada do que o habitual e uma boa reação à perda de bola.
Benfica Golo
Tá lá dentro
Grimaldo com um forte remate rente ao poste e Zivkovic a acertar no mesmo poste poderiam ter ampliado a vantagem. O Setúbal limitava-se a criar perigo nas bolas parada proporcionadas pelo árbitro da partida, mas a defesa benfiquista deu sempre conta do recado. Na única transição permitida aos setubalenses Zivkovic tem uma boa recuperação e corta a bola no último momento. Antes do intervalo Jonas tem uma boa arrancada pela esquerda com cruzamento ao segundo poste que Gedson não concluí da melhor forma.

Faltou matar o jogo

O Benfica reentrou forte na partida em busca do golo da igualdade quase sempre através do irrequieto Rafa. Teve vários lances de ataque com o mais perigoso a ser uma tentativa de chapéu que saiu por cima da barra quando tinha tudo para fazer o golo. De seguida viu o guarda-redes negar-lhe o golo num lance em que foi servido com mestria por Jonas. O golo da tranquilidade não aparecia e o jogo continuava em aberto.
Benfica Poste
Zivkovic acertou no poste da baliza
O Setúbal não conseguia incomodar o último reduto defensivo benfiquista, mas com a margem mínima a possibilidade do empate está sempre à distância de uma falha ou de uma bola parada, e tantas o árbitro inventou. Apenas nos últimos cinco minutos a bola rondou a baliza do Benfica, primeiro foi Grimaldo a cortar dentro da pequena área e depois Odysseas defendeu com segurança um remate fraco do adversário. A única oportunidade digna desse nome é num cabeceamento que Odysseas defende, mas que vem na sequência de mais um lançamento lateral assinalado ao contrário. Com muita entrega de todos os jogadores o resultado não mais se alterou.
Grande vitória, contra tudo e contra todos, num jogo muito complicado de gerir emocionalmente. Três pontos muito importantes e merecidos. Agora vem o AEK para a Liga dos Campeões num jogo em que importa que os adeptos marquem presença de forma a retribuir o esforço que a equipa tem feito para corrigir o rumo.


Momento | Positivo | Negativo


O momento em que o Benfica nos escolhe
Golo do Jonas: Excelente combinação entre Grimaldo e Zivkovic. Muito boa a diagonal de Gedson a dar opção de passe e o cruzamento para o sítio certo. Jonas concretiza de primeira como só ele sabe. Grande golo. 
Prémio Pablo Aimar
Autocontrolo: Parece óbvio que o Benfica trabalhou bem a cabeça dos jogadores para o que os esperava. A provocação dos jogadores do Setúbal e do árbitro da partida foi uma constante. Jonas a acalmar os jogadores do Setúbal quando costuma ser dos mais alterados é a imagem do trabalho de casa feito.
Prémio Bruno Cortez
Arbitragem: Este últimos dois anos tem sido um regabofe. Hoje foi inacreditável, até um fora-de-jogo ainda no meio campo do Benfica foi assinalado. Parabéns aos jogadores pelo autocontrolo.


Aqui que ninguém nos ouve:
  • Carlos Xistra já há vários anos que é um dos melhores médios do adversário do Benfica. Cortou vários lances transformando recuperações de bola limpinhas em faltas e lançou vários contra-ataques ao fechar os olhos a faltas dos sadinos. Também foi mano do Mano ao não lhe mostrar o segundo amarelo. Mostrou ainda um grande entrosamento com os seus colegas de equipa ao nível da provocação constante.
  • No meio de tanto cacete, tantos jogadores a reincidirem nas faltas, tantas transições cortadas em falta, o Setúbal quase que acabava o jogo apenas com o guarda-redes amarelado.
  • Tiago Pinto já consegue reclamar com o 4º árbitro. Agora só lhe falta ficar vermelho como um pimento e espumar pelos cantos da boca para ser respeitado pelos árbitros e pela imprensa.
  • Foi neste estádio que se começou a perder o penta na última temporada. A lesão de Jonas durante o aquecimento, num momento em que a equipa já ia em velocidade de cruzeiro, foi o princípio do fim.
  • Ó Lito Vidigal, pokaralho pah!

Abraço


2 comentários:

  1. De fato a cada filho da puta mais javardo que dá vontade de os dependurar sobre a ponte 25 de Abril tanto ao boi de verde esse xistra e ao javardo do lito daltónico

    ResponderEliminar
  2. criamos poucas oportunidades mas foram claras e não podemos desperdiçar daquela maneira.

    continua a incapacidade desta equipa em segurar a bola para poder controlar o jogo é só pontapé para a frente.

    mas é nestas altura que apesar de tudo conseguimos vencer que temos de protestar e em forma e com gente de peso, mas como sempre vamos ficar calados ou vir gente com pouca expressão falar.
    é que falar quando o resultado não é positivo ninguém liga soa sempre a desculpas.

    ResponderEliminar

Espreite também...

Conquistas à Benfica! - VI