quarta-feira, 5 de dezembro de 2018


Benfica 2 - 0 Paços Ferreira - Passo seguro

Benfica João Félix e Seferovic
Seferovic e João Félix marcaram os golos do Benfica
O Paços de Ferreira da Ledman LigaPro marcou presença no Estádio da Luz para cumprir a segunda jornada da Allianz Cup 2018/2019. O adversário treinado pelo mítico Vítor Oliveira tem as atenções centradas na subida à Liga NOS, mas nem por isso deixa de tentar fazer a sua gracinha nesta competição. Para o Benfica o jogo representa mais uma oportunidade de continuar a recuperar a confiança perdida e dar minutos a alguns dos jogadores menos utilizados.
Rui Vitória procedeu a várias alterações na equipa, começando com Svilar na baliza e Yuri Ribeiro na lateral esquerda. Alfa Semedo voltou a substituir Fejsa como médio mais defensivo e Krovinovic teve mais uma oportunidade a titular. De regresso à titularidade esteve também João Félix com Zivkovic na ala contrária. Seferovic foi o homem mais adiantado.

Benfica vs Paços de Ferreira - Taça da Liga Allianz Cup
Suplentes: Varela, Gabriel (77'), Pizzi, Cervi (81'), Rafa, Jonas e Castillo (59').

Só aqueceu com o golaço de João Félix

A maior complicação destes jogos é sempre a dificuldade em motivar devidamente os jogadores para os jogarem. O momento atual do Benfica que procura vitórias convincentes para aumentar os índices de confiança devia ser motivo suficiente para ultrapassar essa eventual falta de motivação. Seja por esse motivo, seja por falta de ritmo ou entrosamento dos jogadores utilizados a primeira parte do jogo foi sempre jogada a ritmo lento e trapalhão.
Benfica adeptos
Estádio da Luz muito despido
Alfa Semedo era dos poucos a acelerar o jogo mas acumulava passes falhados. Gedson esteve sempre muito escondido do jogo e Krovinovic procura tanto regressar aos bons momentos que acaba por se atrapalhar com as situações complicadas em que se mete. João Félix e Zivkovic também não se apresentaram propriamente inspirados. Seferovic voltou a encarar o jogo da mesma forma que joga os desafios de maior nomeada.
A história da primeira parte é a história dos golos. No primeiro golo Alfa Semedo tem uma boa incursão pelo lado direito e cruza tenso para a conclusão de Seferovic com um toque de primeira. O segundo tem nota artística no passe de João Félix para Zivkovic que cruza para a área e na recarga o mesmo João Félix conclui com um remate seco e colocado. Resultado justo perante um Paços de Ferreira que se apresentou na Luz bem organizado.

Mais criatividade, menos eficácia

O Benfica fez uma segunda parte globalmente mais agradável com alguns jogadores a subirem uns furos em relação aos primeiros 45 minutos. João Félix, Alfa Semedo, Zivkovic e Krovinovic apareceram mais soltos e criativos e deram outro brilho ao jogo do Benfica. O Paços também procurou esticar mais o jogo e abriu espaços que não existiram durante a primeira parte.
Benfica Seferovic ao ferro
Os ferros da baliza ainda devem estar a abanar
Logo a abrir Seferovic tem um remate fortíssimo de pé direito que embate com estrondo nos ferros da baliza. Mais tarde foi o recém-entrado Castillo a rematar com perigo mas não acertou na baliza. Alfa Semedo tem um excelente gesto técnico que o coloca na cara do guarda-redes mas permitiu-lhe a defesa. Na sequência foi Krovinovic a trocar as voltas ao defesa pacense e rematar ligeiramente ao lado da baliza.
A partir do meio da segunda metade o jogo caiu de intensidade e arrastou-se até ao apito final do árbitro sem que o resultado se alterasse. Esta vitória coloca o Benfica na liderança do grupo, mas apenas na deslocação à Vila das Aves se saberá quem segue para a final a quatro. Segue-se a deslocação a Setúbal para a Liga NOS que será mais uma final a disputar pela equipa.


Momento | Positivo | Negativo


O momento em que o Benfica nos escolhe
Seferovic ao ferro: Existem remates que só para ouvir o som prefiro que batam no ferro do que entrem na baliza. Foi o caso do míssil de Seferovic, já que o resultado estava feito, claro. 
Prémio Pablo Aimar
Krovinovic: O jogo completo por parte de Krovinovic é uma das coisas positivas da noite. Apesar de longe da boa forma é com minutos nas pernas em competição que pode voltar a ser quem era.
Prémio Bruno Cortez
Assistência: É triste ver o Estádio da Luz tão despido. Era uma quarta-feira, era a Taça da Liga, era o Paços Ferreira, o momento não é o melhor. Tudo razões válidas mas que não justificam uma casa tão fraca.


Aqui que ninguém nos ouve:
  • Começa a ficar claro algumas das saídas de janeiro. Samaris, Ferreyra, Corchia e Lema, por motivos muito variados, devem ter a guia de marcha mais do que assinada.
  • Vejo muita gente a pedir a integração de jogadores da equipa B nestes jogos da Taça da Liga. Como é que se explicaria a um jogador do plantel principal com poucos minutos que teria de ficar de fora para jogar alguém da B?
  • Ter a oportunidade de ver João Félix, Zivkovic ou Krovinovic ao vivo e não a aproveitar, vai lá vai...

Abraço


1 comentário:

  1. algo vai muito mal quando num jogo para a taça da liga, em casa, contra uma equipa da segunda divisão não se consegue dar descanso aos dois jogadores com mais minutos esta época.

    e das contratações deste ano (descontando o guarda redes, os retornados e os que subiram da B) nem são titulares indiscutíveis nem pelos vistos servem para estes jogos já nem um foi titular.

    ResponderEliminar

Espreite também...

Benfica no Pavilhão - resultados da semana XIV