sexta-feira, 10 de agosto de 2018


Benfica 3 - 2 Guimarães - Brilho e sofrimento

Benfica Pizzi
Pizzi faturou a triplicar
A receção do  Benfica ao Vitória de Guimarães foi o jogo eleito para a estreia absoluta da Liga NOS 2018/19. Após o jogo com o Fenerbahçe para a Liga dos Campeões os Benfiquistas voltaram a encher as bancadas do Estádio da Luz no apoio incansável à equipa. Começar bem a competição é sempre um bom tónico para o resto da temporada já que candeia que vai à frente alumia duas vezes.
Apesar do jogo se disputar entre os dois jogos da pré-eliminatória da Liga dos Campeões, Rui Vitória apostou naquele que tem considerado o onze mais forte, não procedendo a qualquer alteração na equipa que havia defrontado o Fenerbahçe. Dos vinte convocados Lema e João Félix foram os eleitos para verem o jogo da bancada.

Suplentes: Svilar, Conti, Alfa Semedo (70'), Zivkovic (77'), Samaris, Rafa (64') e Seferovic.

45 minutos de prego a fundo

Se o início deste jogo representar um prenúncio do que vai ser o campeonato nacional, então estaremos na antecâmara de uma grande competição. O Benfica entrou em campo com um ímpeto ofensivo muito forte demonstrando vontade de chegar cedo à vantagem ao encostar o Vitória ao seu reduto defensivo. Após os primeiros minutos de domínio benfiquista os forasteiros conseguiram sacudir a pressão e responderam com a primeira grande oportunidade de golo à qual Odysseas correspondeu com segurança.
Benfica Gedson
Gedson continua em grande
Com o jogo aparentemente mais equilibrado, uma grande arrancada de Gedson pela direita permitiu a Pizzi abrir o marcador com um remate muito bem colocado. Quase de seguida Salvio sofre penalti que Ferreyra acaba por não conseguir converter. O Guimarães respondeu e Odysseas volta a brilhar ao defender um primeiro remate do médio vimaranense e ao fazer a mancha à recarga contribuindo para que o adversário tanto colocasse a bola que esta embateu no poste.
O jogo continuou em bom ritmo com os laterais de ambos os flancos a carburar em pleno. Foi precisamente de uma excelente combinação pela direita que André Almeida assiste Pizzi para o segundo. O terceiro da noite, e terceiro de Pizzi, resulta de uma incursão de Grimaldo pelo flanco contrário que permitiu o golo de Pizzi após excelente simulação de Ferreyra.

Acabar com o credo na boca

O reatar da partida foi uma continuação da primeira parte com um Benfica muito pressionante e um Vitória a procurar um golo que o voltasse a meter dentro do jogo. Certamente que uma possível quebra física do Benfica na fase final do jogo estava na cabeça dos vimaranenses, pelo que nunca deixaram baixar o ritmo do jogo.
Benfica festejos
Comunhão com os adeptos no momento do golo
A crença do Guimarães foi recompensada à entrada do último quarto de hora com um golo em que a defensiva do Benfica foi pouco agressiva dentro da sua área. A juntar à expectável quebra física, a saída de Fejsa do meio campo benfiquista fez com que a batalha do meio campo começasse a ser perdida. Alfa Semedo teve dificuldades em entrar no ritmo de jogo e Gedson e Pizzi já apresentavam algum desgaste. Neste cenário foi quase com naturalidade que surgiu o segundo golo dos visitantes que provocou algum nervosismo nas bancadas.
O Benfica soube reagir e voltar ao comando do jogo não permitindo que o Vitória voltasse a importunar a baliza de Odysseas. Apesar do susto a vitória é mais do que merecida, fruto de uma exibição muito conseguida. Agora é voltar a virar o foco para os turcos que muito trabalho irão dar.


Momento | Positivo | Negativo


O momento em que o Benfica nos escolhe
Substituição de Fejsa: Não critico Rui Vitória pela substituição. Acho mesmo que nessa altura quase todos os Benfiquistas a pediam, mas é um facto que há um Benfica com Fejsa e outro sem Fejsa.
Prémio Pablo Aimar
Pizzi: Primeira parte de luxo do transmontano coroada com três golos plenos de oportunidade. Além dos golos foi sempre muito importante na dinâmica imposta no jogo.
Prémio Bruno Cortez
Falhanço de Ferreyra: Não é o momento negativo pelo falhanço em si, mas sim pela oportunidade perdida de elevar os seus níveis de confiança. Apesar de não marcar foi sempre muito combativo dentro de campo.


Aqui que ninguém nos ouve:
  • Gosto deste Benfica com sangue na guelra, que pressiona a todo o momento e procura o golo com vertigem, mas há momentos em que importa colocar algum gelo no jogo. Principalmente tendo em conta o número de jogos que vamos ter em tão curto espaço de tempo.
  • Já agora, para este modelo de jogo exigente é necessário profundidade de banco e tal não se verifica, principalmente na zona de maior exigência que é o centro do terreno.
  • A forma como o Rafa defendeu o Celis com os olhos no segundo golo do Vitória talvez explique porque passa tanto tempo no banco.
  • Por falar em Rafa, será que o Rafa do Vitória foi comprado para fazer aquele penalti sobre o Salvio ou para facilitar nos dois primeiros golos?

Abraço


10 comentários:

  1. Forçaaaaaaaaa Benficaaaaaaaa

    ResponderEliminar
  2. Que coisa miserável...
    Quando será que vamos poder ter o prazer de ver o nosso Benfica jogar um futebol consistente?...
    Falta-nos, claramente, um TREINADOR!!!
    Gostaria de estar redondamente enganado, mas vamos sofrer mais, e ganhar ainda menos, do que no passado mais recente...

    (Só mesmo os palermas avençados da BTV - Validos e afins... - é que são capazes de ver futuro neste futebolzinho da treta que estamos a praticar... PQP!!!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vai dar banho ao cão, aproveita e lava-te também.

      Eliminar
    2. Caro "Anónimo, agosto 11, 2018",
      O teu comentário, em resposta ao que deixei aqui anteriormente, é brilhante! E revela a tua proficiência de conselheiro em assuntos de banhos e de cães.
      Registo a qualidade da análise.

      Eliminar
  3. O Rafa do Vitória pertence ao Porto e viu-se a qualidade do jogador... 😅

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por isso mesmo é que deixei a pergunta no ar :))

      Eliminar
    2. O Rafa, o Ozório, o André André,... Guimarães = Porto C ou D (depende de como considerarmos o Portimonense) ;D

      Eliminar
  4. Oh José, atira-te do telhado, de cabeça, de preferência. Queres futebol de excelência, vai para o circo do Alvalixo. No meio dos malabaristas, domadores e camelos ninguém vai estranhar as tuas palhaçadas.

    ResponderEliminar
  5. Excelente post, análise lucida e bem estruturada. Parabéns

    ResponderEliminar

Espreite também...

Benfica 3 - 2 Guimarães - Brilho e sofrimento