quinta-feira, 25 de janeiro de 2018


Formação @SLBenfica: Francisco "Ferro" Ferreira

Benfica Futebol Francisco Ferreira
Isto é Benfica!!!
Francisco "Ferro" Ferreira chegou ao Benfica na temporada 2011/12 para representar a equipa de iniciados. Antes de ingressar no Benfica tinha representado a União Desportiva Oliveirense de onde transitou para o CFT de Aveiro que era gerido pela Casa do Benfica de Estarreja. Seguiu então para o Benfica que o emprestou à Associação Desportiva de Taboeiro. Foi após esse empréstimo que finalmente chegou ao Seixal. 
Na sua primeira época ao serviço do Benfica foi campeão nacional de iniciados, integrado numa equipa recheada de bons valores que finalmente começam a aparecer no futebol profissional do Benfica. Nomes como Renato Sanches, Rúben Dias, João Carvalho, Diogo Gonçalves, Guga, Pedro Rodrigues, Aurélio Buta, Fábio Duarte, Pedro Amaral e Diogo Mendes, já faziam parte desse valoroso grupo de atletas. 
Desde muito cedo que fez dupla de centrais com Rúben Dias, quer no clube quer na seleção nacional. Na primeira metade da época 2014/15 esteve emprestado ao Casa Pia, tendo regressado ao Benfica em janeiro. Esta é uma política que já aqui defendi. Emprestar guarda-redes e defesas durante a primeira fase a equipas que tenham muito trabalho defensivo, já que no Benfica nessas primeiras fase pouco são postos à prova. Que regressem depois para as fases posteriores onde os jogos já são mais a doer.
Benfica Futebol Ferro
Ferro ao serviço da Seleção Nacional
Ferro soma já 47 internacionalizações entre os Sub-17 e os Sub-21, contando já com mais de quatro mil minutos de quinas ao peito. Já fez três golos ao serviço das seleções que confirmam a sua apetência para aparecer bem no ataque aos lances de bola parada. Para isso muito contribui o seu 1,90m de altura.

Trabalho pela frente para reeditar a dupla

Na época atual Ferro, que tem contrato com o Benfica até 2021, encontra-se ao serviço da equipa B onde já soma mais de cinquenta jogos divididos entre as duas últimas épocas. Desde a saída de Lisandro para o Inter de Milão tem treinado com regularidade com a equipa A, afigurando-se como muito provável que seja ele a ocupar para o resto da época a vaga que Lisandro deixou no plantel.
É um central muito forte física e tecnicamente o que o fez descurar alguns dos aspetos fundamentais para a posição que ocupa. A facilidade com que ao longo da sua formação conseguia corrigir alguns erros cometidos fez com que a sua evolução em termos de compreensão do jogo, posicionamento e concentração não fosse a melhor. Essa superioridade física e técnica incutiram alguma sobranceria e falta de agressividade no seu jogo.
A experiência na equipa B tem ajudado a limar esses "defeitos". Os jogos sempre muito disputados da segunda liga, carregados de jogadores muito experientes que não deixam espaço para faltas de concentração a isso o obrigam. Tem sido notória a sua evolução em termos de concentração, posicionamento e leitura do jogo, no entanto ainda há margem para progredir. Outro ponto a ser melhorado é a contundência nos duelos individuais.
Benfica Futebol Ferro
Os festejos do golaço à Académica
A saída de bola na primeira fase de construção é fundamental para um clube como o Benfica e nesse aspeto, Ferro, seja no passe curto, seja no passe longo, é um jogador diferenciado. Não restam muitas dúvidas que com a evolução que tem apresentado nos últimos meses e com o que pode evoluir com a integração nos trabalhos da equipa A, Ferro começa a ver como realidade o sonho de envergar o Manto Sagrado na Catedral.
Ver reeditada a dupla com Rúben Dias na equipa principal do Benfica pode-se tornar uma realidade. São dois estilos de central que se complementam muito bem. Se a isso acrescentarmos o entrosamento e o conhecimento que ambos têm um do outro, estaria encontrada a dupla de centrais para muitos anos.

#naomefodas mode on
  • Houve um tempo em que tive o sonho de ver a vossa geração toda na equipa A. Já que esse sonho se tornou impossível, pelo menos trabalhem para reeditar essa grande dupla.
  • E aquele golo à Académica? Pqp!
  • Presi, há que manter esta dupla pelo menos por três anos. Depois disso pode apanhar o jatinho e dar a voltinha da ordem.
#naomefodas mode off

Abraço


2 comentários:

  1. É pena não termos um treinador que o possa ajudar a aperfeiçoar esses aspectos menos positivos.
    A motivação não resolve.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem evoluído bastante o que demonstra que sabe aproveitar os ensinamentos, quer teóricos, quer práticos. Além dos treinadores tem colegas que muito o podem ajudar nesse aperfeiçoamento.
      Acho que seria fundamental que continuasse a jogar pela B. Infelizmente parece que não é o caso.

      Eliminar

Espreite também...

Benfica no Pavilhão - resultados da semana XV