sábado, 9 de novembro de 2019


Santa Clara 1 - 2 Benfica: Cambalhota na ilha!

Blog Benfica mais um golo de Pizzi
Pizzi liderou a reviravolta
Após a derrota a meio da semana frente ao Lyon para a Liga dos Campeões o Benfica deslocou-se aos Açores para defrontar o Santa Clara na 11ª jornada da Liga NOS. A resposta aos desaires na champions tem sido positiva e mais uma vez se esperava uma reação que permitisse a vitória e consequente liderança isolada da competição. Os açorianos têm feito uma temporada regular ocupando um lugar no meio da tabela e são sempre um adversário complicado de enfrentar no seu reduto.
O Benfica apresentou um onze muito próximo do que havia recebido o Rio Ave na última jornada do campeonato. Ferro deu o seu lugar no centro da defesa a Jardel e Seferovic voltou a ser titular como homem mais adiantado da equipa benfiquista. Já em relação ao jogo de Lyon também André Almeida e Pizzi regressaram à titularidade renovando toda a ala direita.

Santa Clara - Benfica - Liga NOS 2019/20
Zlobin, Tomás Tavares, Ferro, Gedson (93'), Taarabt (67'), RDT e Vinícius (45')

Momento | Positivo | Negativo

O momento em que o Benfica nos escolhe
Remate de Ukra: Nunca tive a oportunidade de escrever sobre este grande maluco aqui no Blog. Este herói das redes sociais quase que pregava uma grande partida ao cair do pano. Estiveste bem Ukra!
Prémio Pablo Aimar
Pizzi: Continua a ser o desbloqueador da maior parte dos problemas do Benfica. Excelente na assistência para o primeiro golo, muito bem na finalização do segundo.
Prémio Bruno Cortez
Antijogo: Três das duas equipas em campo enveredaram por um caminho que passava por utilizar todas as estratégias possíveis para quebrar o ritmo da partida. Quase que levavam a água ao moinho. Temos pena!

Blog Benfica Vinícius voltou a marcar
Vinícius continua a faturar

Bitaites do terceiro anel:
  • Foi sofrida, mas merecida, a vitória nos Açores. Após uma primeira parte em que a precipitação foi a nota dominante o Benfica reagiu de forma autoritária na segunda parte e deu a volta ao marcador com inteira justiça
  • Todas as vitórias são importantes porque no final valem os mesmos três pontos, mas vencer com cambalhota depois de uma derrota a meio da semana e antes de uma paragem para as seleções dá uma moral acrescida.
  • Além da valia do Santa Clara tivemos como adversários nos Açores um mau relvado, uma equipa a fazer antijogo e um conceituado árbitro da A. F. do Porto a arbitrar. Tudo isto num jogo disputado numa ilha. Onde é que eu já ouvi isto?
  • Fui só eu a ver um penálti sobre o Cervi? Não foi lance sequer para levantar um bocadinho de dúvida na mente do empresário do setor pasteleiro!? A Sportv para que não restassem dúvidas deu cerca de vinte repetições do lance. Só que não!
  • Depois de todo o espetáculo de antijogo com que a sua equipa nos presenteou foi engraçado ver o treinador que foi cuspido pelo Sérgio Conceição a reclamar do tempo que os jogadores do Benfica demoraram a marcar um livre.
  • Começo a não perceber nada das regras do nosso futebol. Depois de aqui há umas semanas uma equipa B ter jogado no Estádio da Luz contra o Benfica, agora foi o Santa Clara a fazer entrar em campo o Corvo depois deste já ter sido substituído anteriormente. Aliás acho que ainda andavam por lá mais corvos.
Abraço

2 comentários:

  1. primeira parte muito má ofensivamente e defensivamente parece que entraram as camisolas mas os jogadores ficaram nos balneários.
    na segunda entramos bem mas depois de chegarmos ao empate voltamos a desaparecer ofensivamente.

    o seferovic tem jogado melhor a segundo avançado que a ponta de lança já em lyon tinha ficado com essa ideia só que vir fresco do banco perante jogadores já desgastados poderia ter dado uma ideia errada, neste voltou a ser melhor mas sem a vantagem de estar fresco.
    pelo menos não esta sempre em fora de jogo, coisa que solenemente já irrita, uma vez ou outra ainda se aceita agora sempre é que não.

    mas já deveríamos estar adaptados à relva é que o nossa bem que competia com aquela como a em pior estado.
    mas é que nem sequer podemos atribuir à mesma a razão por tão fraca exibição é que mais uma vez na primeira parte nem uma oportunidade para amostra.

    ResponderEliminar
  2. A referência ao relvado e ao resto foi só um termo de comparação com um jogo que deixou um treinador a cagar-se em vez de ter ganho dentro do campo.

    ResponderEliminar

Espreite também: