sábado, 26 de janeiro de 2019


Formação @SLBenfica: Tiago Araújo

Benfica Tiago Araújo
Um desequilibrador nato

Irreverência que roça a insolência

Tiago Araújo está no Benfica desde a temporada 2013/14, então no escalão de infantis que jogavam nos Pupilos do Exército. Na temporada 2015/16 começou a época ao serviço do Guimarães, mas em Dezembro já está de regresso ao Benfica de onde não voltou a sair, estando já na sexta temporada de águia ao peito. Refira-se que antes de ingressar no Benfica representou a Associação Escola de Futebol de Macieira da Maia.
Em abril de 2017 Tiago Araújo, natural de Vila do Conde assinou o seu primeiro contrato profissional com o Benfica que se estende até ao final da temporada 2019/20. Na corrente época tem jogado primordialmente na equipa de juniores, contando ainda com várias participações nos Sub-23, apesar de ainda ser júnior de primeiro ano.
Apresenta no currículo o título de campeão nacional de iniciados em 2015/16, ao qual soma o campeonato nacional de juvenis na última temporada. O vila-condense soma oito internacionalizações divididas entre os Sub-16 e os Sub-17 num total de 221 minutos de jogo.
Internacionalizações:
Sub 17: 3
Sub 16: 5
Benfica Tiago Araújo
Mais um golo contra o eterno rival

Para polir, mas não em demasia

Tiago Araújo é um extremo esquerdo irreverente que tem na verticalidade do seu jogo uma das suas imagens de marca. A forma como ganha a linha de fundo e cruza tenso a meia altura entre os defesas e o guarda-redes faz lembrar alguns dos extremos doutros tempos do futebol português, que permitiam que os pontas-de-lança de "encostar" enchessem a barriga de golos.
Com uma potência física que lhe permite deixar os adversários para trás logo no arranque e vencer no ombro a ombro sempre que necessário, torna-se um perigo à solta para as defensivas contrárias. Em termos de capacidade física tem muito de Gonçalo Guedes, faltando-lhe apenas mais continuidade, maior predisposição para a luta e para o confronto com os adversários. Também na potência de remate se equivalem, embora Gonçalo com o pé direito e Tiago com o esquerdo, com a particularidade de rematar também muito bem com o direito.
Para lhe dar algum do rigor tático e capacidade defensiva que ainda lhe faltam, Tiago Araújo tem jogado várias vezes na posição de lateral esquerdo na equipa de juniores. Até pode acabar por se impor como lateral, mas parece-me que tem asas para outros voos. Também vai sendo utilizado no lado direito do ataque onde as suas diagonais para o interior lhe permitem aplicar o forte remate do seu pé esquerdo. A velocidade, potência física e a facilidade de remate com ambos os pés também lhe permitem jogar a ponta de lança em caso de necessidade.
Apesar de já se notar muito trabalho tático, nomeadamente no maior trabalho defensivo, na procura do jogo interior ou no temporizar e jogar para trás quando necessário, é na irreverência e no atrevimento que Tiago pode fazer a diferença. Há muitos jogadores de valor que se perdem por excesso de formatação para o futebol moderno. Que lhe saibam dar o que lhe falta, sem que lhe retirem o que o distingue. 

Aqui que ninguém nos ouve:
  • Gostava de um dia ler que o Tiago Araújo chegou ao treino no Seixal montado num cavalo que deixou atado a uma árvore enquanto foi treinar. Ou então que parasse um jogo e pusesse toda a gente à procura do seu brinco.
  • Gostava também de deixar aqui uma palavra de apreço para todas as "Associação Escola de Futebol de Macieira da Maia", que promovem o desporto por este país fora, com muita carolice dos seus dirigentes e treinadores pelo meio.
  • Podem ver outras análises (parágrafo "As grandes promessas") AQUI.

Abraço

Espreite também: