sábado, 13 de janeiro de 2018


Braga vs Benfica - Importante é o Chaves

Benfica Futebol André Almeida
Este senhor é Tetracampeão
Previsão de dificuldades para a deslocação do Benfica à "Pedreira" para defrontar o Braga na abertura da segunda volta da Liga NOS 2017/18. Em jogo estava a possibilidade da equipa da casa encostar ao Benfica na classificação. Por outro lado o Benfica tinha a possibilidade de abrir um fosso para o Braga e chegar ao segundo lugar.
Rui Vitória apresentou aquele que tem sido o onze habitual com a novidade do regresso de Fejsa após castigo. A equipa só tem a ganhar com esta estabilidade.
Onze inicial: Varela, André Almeida, Rúben Dias, Jardel, Grimaldo, Fejsa, Krovinovic, Pizzi (Samaris 80'), Salvio (Rafa 93'), Cervi e Jonas (Raúl Jiménez 73').
Suplentes: Svilar, Samaris, João Carvalho, Zivkovic, Rafa, Seferovic e Raúl Jiménez.

Quarenta e cinco minutos de luxo

O início do jogo até parecia que ia trazer um Braga dominador, mas foi sol de pouca dura. O Benfica cedo toma conta do jogo tornando-se o dono da bola e deixando uma mensagem clara que este jogo era para vencer. Consequência dessa atitude chega ao primeiro golo com Salvio a concretizar uma bonita jogada coletiva.
Benfica Futebol Golo
A festa do golo repetiu-se três vezes
O golo acentuou o domínio Benfiquista que não deixava o Braga respirar. Uma pressão forte logo à saída de bola dos arsenalistas permitiu muitas recuperações de bola em zona de perigo. Dado o volume de jogo teria sido justo o segundo golo ainda antes do intervalo.

Mais equilíbrio e dois golos bonitos

A segunda parte abriu com o cabeceamento de Jardel ao poste, sendo que na sequência poderia ter sido assinalada grande penalidade por empurrão a Jonas. O Braga não se intimidou com esse lance e passou a dividir mais o jogo com o Benfica. Assistiu-se nessa fase a um jogo bastante agradável com a bola a rondar as duas balizas.
Perto da hora de jogo Varela nega o golo a Ricardo Horta com uma excelente defesa. Quase na jogada imediata o Benfica faz o segundo pelo incontornável Jonas, que correspondeu a um excelente cruzamento de André Almeida. Este golo teve o condão de acalmar um pouco o ritmo elevado que o jogo vinha apresentando.
Benfica Futebol Salvio
Salvio abriu o caminho para a vitória
Quando era menos esperado o Braga reduz num lance em que Varela tem uma saída algo extemporânea. O golo espicaçou os locais que deram o último aperto no sentido de chegar à igualdade. Esse aperto deixou espaços atrás que o Benfica soube aproveitar. À primeira Raúl atirou por cima da barra mas à segunda não falhou com um excelente remate de pé direito. Estava finalmente consumada uma grande vitória num momento crucial da época.


#naomefodas mode on
  • Mister, o Chaves é a segunda melhor equipa portuguesa. Não dá para levantar o pé, crl!
  • Fica aqui o agradecimento pessoal aos destreinadores dos dragartos siameses pelo contributo dado para o regresso do verdadeiro Tetracampeão. Brigadinho Ceição, brigadinho Jorjuz.
  • Diz quem viu que os nossos adeptos nem se ouviam na transmissão da PorcosTV. Eu vi num stream só com som ambiente e só consegui ouvir cantos Benfiquistas. Pqop!
  • Dragartinhos... tenham medo... tenham muito medo...
#naomefodas mode off

Venha o próximo e viva o Benfica!!!

Destaques do Baralho

REI: Fejsa – Preencheu cada um dos centímetros do relvado com a inteligência de movimentos dos predestinados.
ÁS: André Almeida – Alma até Almeida e mais uma excelente assistência para o segundo da noite.
SENA: Modo Inácio – Vi o jogo num stream sem comentários, só tinha o som ambiente. Não imaginam o retemperador que é ver um jogo assim. Ainda por cima com o som de mais um grande espetáculo dos nossos adeptos.
DUQUE: Sei lá – Acho que desta vez não houve.
Abraço


2 comentários:

  1. Valeu o querer da equipa.
    O adversário e o ambiente criado no pré-jogo dizia que não ia ser um jogo bonito e não foi mesmo.
    Durante largos minutos vi a equipa a ganhar divididas, coisa que durante a época tinha sido uma miragem.
    E para dar luta à dragartagem, fatos de macaco são o primeiro reforço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não acho que se limite a "mais querer", embora essa atitude ajude a fazer a diferença.
      Vê-se, acima de tudo, mais confiança individual e coletiva que tem permitido uma construção mais consistente e consequentemente menos sobressaltos defensivos.
      Abraço

      Eliminar

Espreite também...

Benfica vs Chaves - Suor e brilho!!!